INTEMPESTIVO

Tomo Coca-Cola com café,
A mãe do Red Bull com wisk.
Inspira-me à reviravolta do desatinado juízo,
Soltando o incrédulo súdito do tempo,
Este meu outro eu mais realista.

Nelci Nunes - O Falador.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

QUANDO A SORTE VOA - Nelci Nunes - O Falador.







             QUANDO A SORTE VOA

               Nelci Nunes - O Falador



Saio à noite.
Ando sem rumo,
O casario passa por mim,
Segue lento, mal iluminado.


Mordo algumas pulgas,
Em busca do tempo perdido,
Teria sido mais feliz,
Depois do primeiro passo atrás.


Estou sendo fumado pelo tempo,
Lembranças monótonas, ruins.
Os mortos não sossegam de dia.
Viajam cada vez mais vivos,
Entre um silêncio e outro.


Aqui é proibido fumar.
Este depenado companheiro,
Solidário, traga-me aos poucos.
Viajo escondido na sua fumaça,
Incrédulo, desapareço em plena luz diurna...

Nenhum comentário:

Postar um comentário