INTEMPESTIVO

Tomo Coca-Cola com café,
A mãe do Red Bull com wisk.
Inspira-me à reviravolta do desatinado juízo,
Soltando o incrédulo súdito do tempo,
Este meu outro eu mais realista.

Nelci Nunes - O Falador.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

O BOLOR - Nelci Nunes - O Falador.



O BOLOR

Nelci Nunes - O Falador.

Escorregadio musgo nos degraus,
Crescido; prenúncio da estação chuvosa.
Verde caminho rumo ao cadeado,
Onde não existia portão.

Passageiro limo,
Feito as dificuldades impostas;
Involuntário viver perigoso,
Desaparecido sob intenso calor.

Malogrado bolor empapando o coração,
Chuvisco verde desencanto dos olhos,
Sem sol aplacador que,
Ilumine a bolorenta estrada...
Gradeado muro ostentando baixo portão,

Despido da coragem de quem ouse galgá-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário